Textos

Violência e a caça aos aliens

  • Postada em: 19/06/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

 

Quatro indicadores sobre a eficiência da segurança pública, relativos ao município de Manaus, consultados on line no site da secretaria estadual do Amazonas registram que crimes como homicídios, estupros e latrocínios estão em queda. O quarto indicador também é negativo, mas nesse caso, deveria ser positivo, pois é referente ao número armas apreendidas. Estas estatísticas, porém, não conseguem levar à população maior sensação de segurança, seja nas ruas de Manaus ou mesmo nas residências, como indicam fatos acontecidos de quinta-feira, 14, até o último domingo, 17.

Tecnologia para o bem

  • Postada em: 12/06/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

Até o último mês de 1967, os cirurgiões já realizavam transplantes de órgãos como rins e fígados em seres humanos, assim como dos ossos do ouvido, mas se alguém falasse em realizar um transplante de coração a coisa mudava de figura. Até então, mexer no coração era coisa que ficava a cargo do amor e do divino, pois esse órgão era associado à sede da alma e aos sentimentos.

Omissão e irresponsabilidade

  • Postada em: 5/06/2018
  • Autor: Eustáquio Libório
Revolta da população resultou na suspensão da greve de ônibus

A população de Manaus parece que se cansou de sofrer pagando passagens em ônibus velhos que não atendem a contento seus usuários e, nesta segunda-feira, quando o movimento paredista dos rodoviários completava uma semana em greve, usuários do transporte público coletivo urbano apelaram para a violência e depredaram, incendiaram e não faltou infiltrados, disfarçados de passageiros, que saquearam os coletivos danificados.

Opções erradas

  • Postada em: 29/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

Um efeito sombra, se pode ser chamado assim, se abateu sobre Manaus na noite de quinta-feira e levou ao quase pânico proprietários de veículos durante toda a sexta-feira, 25 de maio, com boatos sobre quebra de estoque de combustíveis, principalmente de gasolina e etanol em toda a cidade. O resultado, alimentado pela mídia local, foi uma corrida aos postos de gasolina que culminou com cerca de 70% desses estabelecimentos distribuidores de combustíveis fechados, por volta das 14h, em virtude de estarem com seus reservatórios vazios.

Senac inaugura biblioteca na Zona Norte de Manaus

  • Postada em: 24/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

Na próxima segunda-feira (28), às 12h, o Senac AM realiza o evento de inauguração da Biblioteca Marcio Gonçalves Bentes de Souza, no bairro Cidade Nova. Primeiro da região norte de Manaus, o espaço cultural e de informação conta com um acervo de aproximadamente 32.400 publicações voltadas à educação profissional e superior. 

Biblioteca ocupa área de 430 m² e é um moderno centro de estudos que receberá o nome do escritor e jornalista amazonense Marcio Souza 

A estrutura possui uma proposta inovadora com galeria para exposição de artes, auditório para 100 lugares, área de processamento técnico, cabines e salas para estudo individual ou em grupo, espaço infantil, acesso à internet e serviços convencionais como acesso a livros, multimídias, documentos técnicos e institucionais, fotografias, periódicos, relatórios e jogos.  

A biblioteca Marcio Souza abrirá das 8h às 12h, das 13h às 17h e das 18h às 22h de segunda a sexta-feira. Além dos estudantes do Centro de Educação Profissional Senac AM, toda à comunidade da zona norte de Manaus terá acesso gratuito ao acervo do local.

 

Falta de combustível pode reduzir frota de coletivos na sexta

  • Postada em: 24/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informa que, caso continue a greve dos caminhoneiros, a frota do transporte irá operar parcialmente na sexta-feira (25), e as empresas não terão como operar a partir de sábado (26), por conta da falta de combustível para abastecer os ônibus do transporte coletivo.

“Essa greve dos caminhoneiros reflete diretamente no transporte coletivo, pois as empresas mantêm um estoque de no máximo um dia para abastecer os ônibus. Caso a greve continue, amanhã (sexta) as empresas vão operar parcialmente e nos demais dias a população poderá ficar sem transporte, devido à falta de combustível”, explica o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

Ainda de acordo com o assessor jurídico, as empresas estão fazendo um levantamento no estoque de combustível e irão passar as informações para a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). Atualmente o transporte coletivo opera em 229 linhas, com 1.258 carros. 

Devido ao ato realizado em várias capitais brasileiras, empresas do transporte coletivo de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte já estão fazendo rodízio nas linhas de ônibus para não deixar os usuários sem transporte.

Voo de galinha no radar

  • Postada em: 22/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

Dois indicadores listados pelo Banco Central na pesquisa Focus divulgada nesta segunda-feira, 21, chamam a atenção para a freada da atividade econômica que já está se aproximando neste ano. O primeiro é a sinalização dos agentes econômicos quanto ao crescimento dos preços administrados e o segundo é a indicação de queda na geração de riqueza no país.

No que diz respeito aos preços administrados, cuja estimativa subiu de uma semana para outra de 5,20% para 5,40%, sem contar que há três semanas esse patamar era bem inferior e estava situado em 5%, reflete, entre outros fatores, a política de preço dos combustíveis praticada pela Petrobras. Com o realinhamento de seus preços ao mercado externo, a companhia assegurou lucro de quase a R$ 7 bilhões no primeiro trimestre deste exercício, enquanto quem paga a conta, como caminhoneiros, anda fazendo protesto, mas o petróleo é nosso.

Se a Petrobras, desta vez, parece ter encontrado o caminho para o bom desempenho empresarial, mesmo que seja na rota do bolso do usuário de seus produtos, a sinalização quanto à geração de riqueza no Brasil, também conforme a pesquisa do Banco Central, voltou a cair pela terceira semana, quando estava em 2,75% e, na semana passada, chegou a indicar que produto interno bruto (PIB) do país deve crescer 2,50% neste ano.

Estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV), o Monitor do PIB relativo a março também não traz boas notícias ao constatar que os números apurados pela FGV são divergentes quanto ao desempenho da economia no primeiro trimestre de 2018, pois a taxa do trimestre é de crescimento de 0,3% com tendência de alta, já a taxa trimestral no comparativo interanual, apesar de ser positiva em 0,9%, apresenta trajetória de queda.

Os analistas da FGV sinalizam algum otimismo quanto ao desempenho da atividade econômica quando registram que esse desempenho dá continuação à inversão da trajetória de queda observada até o último trimestre de 2017, no entanto, acender duas velas em ano de eleição presidencial também vale para esses técnicos. Eles explicam que a agropecuária, a mascote do desempenho no ano passado, fechou o mês de março acumulando retração de 5,2% no acumulado dos três meses iniciais de 2018.

Embalada por fatores externos e internos, a indústria também apresenta baixas. Conforme o Monitor da FGV, a indústria de extração mineral teve retração de -1,6% e a construção de 2,5%. Entre os segmentos mais representativos, o setor e serviços só teve um segmento com retração, o de informação, com baixa de -3,3%.

Enquanto isso, a Bolsa de Valores – B3 – teve uma sessão volátil na segunda-feira, 21, tendo subido até 0,96%, mas no meio da tarde estava em queda de -1,68%, assim, não acompanhou suas congêneres no exterior e foi puxada pela queda de ações como a da Vale e dos bancos, o que não impede de que tal desempenho também tenha a ver com a atração exercida pelos juros mais altos no Estados Unidos.

Em ano de Copa do Mundo, o esporte nacional não parece estar empolgando os brasileiros que continuam a correr atrás de emprego sem que este apareça, enquanto o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) continua a identificar imenso contingente de brasileiros em idade produtiva que não estudam e nem trabalham. Na última PNAD Contínua divulgada na sexta-feira, 18, essa massa era de 11,2 milhões de pessoas, em números de 2017, maior do que o contingente encontrado em 2016. É o Brasil perdendo a oportunidade de crescer e melhorar a renda da população por falta de políticas públicas sérias.

Candidatos “desbravadores” em Manaus

  • Postada em: 15/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

 

Até a semana passada, pelo menos sete pré-candidatos à Presidência da República às eleições de outubro deste ano visitaram Manaus e alguns até conseguiram arrebanhar boa quantidade de interlocutores entre a sociedade local para apresentar suas propostas e ganhar o eleitorado já a partir de agora, mesmo que a campanha propriamente dita ainda não esteja a toda força.

Subsídios para os mais ricos, só para variar

  • Postada em: 9/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

A arenga daqueles que criticam o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) por, nessa visão distorcida, acarretar despesas para a União sem que apareçam os retornos, resultado da política de incentivos fiscais devidamente previsto na Constituição Federal, começa a perder força com estudos que o Ministério da Fazendo vem publicando ultimamente.

Estados que compõem a região mais rica do Brasil, a Sudeste, foram beneficiados, em 2017, com  134,4 bilhões de reais em subsídios

Pesquisa mostra que, se está ruim, vai piorar

  • Postada em: 4/05/2018
  • Autor: Eustáquio Libório

A Pesquisa de Intenção de Compra e Confiança do Consumidor, divulgada nesta sexta-feira, 4, pela Fecomércio/AM, traz estimativas de que o consumidor pretende gastar R$ 150 em presente voltado para o Dia das Mães. Ao lado desta intenção de gasto, 47,5% dos entrevistados têm expectativa de que, nos próximos seis meses, a situação da economia do Amazonas pode estar um pouco ou muito pior do no momento atual.

Páginas