manaus

Manaus, do forte à ponte

  • Postada em: 24/10/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

Manaus, esta cidade encravada na confluência dos rios Negro e Solimões/Amazonas, surgida ao redor do Forte de São José da Barra do Rio Negro, com uma capela construída na intenção de Jesus, Maria e José, chega aos 348 anos de existência como metrópole que abriga, dá emprego, renda e educação para mais de 2,13 milhões de pessoas, informa o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ciclovia sem uso e balsas perigosas

  • Postada em: 14/07/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

Em Manaus há locais com boa estrutura de equipamentos públicos que são pouco utilizados e outros, aonde a demanda por esses equipamentos é tão grande que deixa a população sem ter alternativas para satisfazer atividades de lazer ou de trabalho, e para não fugir de um problema histórico na cidade, envolve a logística e mobilidade.

Poder concedente ou mediador?

  • Postada em: 27/06/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

 

Conforme aferido pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram), nos 177 dias deste primeiro semestre de 2017, o transporte coletivo público teve 43 paralisações, incluída a desta segunda-feira, 26, quando 100% da frota não saiu das garagens no horário normal, deixando cerca de 800 mil usuários desse tipo de transporte sem condução para atender seus compromissos, seja de trabalho, educação, saúde ou lazer.

Mariscos do asfalto

  • Postada em: 25/04/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

O triste da situação é o fato de o movimento paredista ilegal ter prejudicado os usuários do sistema que chegaram atrasados a seus compromissos

Dizem que na briga do mar com o rochedo quem leva a pior é o marisco, o qual, diga-se, nada tem a ver com luta entre os dois elementos da natureza. É isto,mais ou menos, o que ocorre em Manaus há bastante tempo, em relação às cada vez mais frequentes paralisações do transporte coletivo público da cidade, usado como instrumento de pressão pela classe dos rodoviários.

Acabou a luz

  • Postada em: 1/04/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

Como diria o parintinense Chico da Silva, “É preciso muito amor...”, no caso, por Manaus, que, com seus mais de dois milhões habitantes, distribui, às vezes equitativamente, mazelas urbanas para todos. Mas nem sempre.

É preciso muito amor para morar em Manaus nessas condições. Isto, sem falar na violência que caminha ao lado do cidadã

Sindicalista não quer prejudicar ninguém, só 700 mil usuários

  • Postada em: 24/01/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

 

Na terça-feira, 17, Manaus viveu um dia de caos, quando os rodoviários paralisaram 100% da frota de transporte coletivo público, cerca de 1500 ônibus, prejudicando entre 700 mil a 800 mil usuários, conforme estimativas não oficiais veiculadas na imprensa, tudo porque, informam os rodoviários, eles não teriam recebido os benefícios assegurados pelo dissídio da classe no ano passado.

Massacre no Compaj merece explicação

  • Postada em: 3/01/2017
  • Autor: Eustáquio Libório

A chuva que caiu em Manaus desde a noite de 31 de dezembro e se prolongou pelo domingo de Ano Novo não impediu que 2017 começasse muito quente, com rebelião de detentos envolvendo duas unidades prisionais da cidade, culminando com mortes de pelo menos 60 detentos de uma facção criminosa, segundo informou o secretário de Segurança do Amazonas, Sérgio Fontes, para quem o problema dos assassinatos está ligado ao narcotráfico e deve ser tratados como prioridade pelos Estados, com envolvimento do governo federal.

Cuidado, sua vida pode valer apenas 55 reais

  • Postada em: 15/11/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Manaus amanheceu, na segunda-feira, 14 de novembro, véspera de feriado e ponto facultativo no município e Governo do Estado, com boa parte da frota de ônibus que serve o transporte coletivo da cidade parada nas garagem. Desta vez, os trabalhadores não fizeram paralisação para reclamar reajuste salarial, pagamento de vantagens e benefícios ou qualquer outra reivindicação do gênero. O que eles pedem é bem mais simples: querem segurança para poder trabalhar.

Promessas e desafios na Prefeitura de Manaus

  • Postada em: 1/11/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

A reeleição do tucano Artur Neto à Prefeitura de Manaus dá indicações de que o manauara prefere administradores com experiência para gerir os destinos da cidade que, desde a década de 1970, cresce de maneira desordenada, ou melhor, incha, até pela forma como o solo é ocupado no município, por meio de invasões.

Páginas