Amazonas

Serviços perdem força e caem 14% no Amazonas

  • Postada em: 16/03/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

No mês de janeiro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deu uma boa notícia ao divulgar o desempenho da indústria, na passagem do mês de dezembro de 2015 para janeiro de 2016. Por ali se soube que este segmento da atividade econômica conseguira resultados positivos em oito dos 14 Estados pesquisados pelo IBGE.

Vai por aí os anúncios de cancelamentos de voos internacionais, como o da Transportes Aéreos Portugueses (TAP), que não faz mais a ligação direta entre Manaus e Lisboa, assim como o voo direto para Miami, a ser desativado pela TAM

Não está tranquilo, mas bem favorável

  • Postada em: 8/03/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

O descobrimento, ou “achamento”, como querem alguns, do Brasil, aconteceu em função da necessidade de os portugueses expandirem seus domínios coloniais e, assim, ampliar as relações comerciais tanto para adquirir especiarias, de um lado, como para aumentar as vendas para outros domínios, mesmo que a custos vultosos.

Nova roupagem para velhas ideias

  • Postada em: 6/03/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

A primeira reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), ocorrida na sexta-feira, 26, teve a análise dos 27 projetos industriais que constavam da pauta, com investimentos de US$ 377 milhões e promessa de gerar mais de 1.300 postos de trabalho, ofuscada por um remake que nada tem de original, apesar de já ter sido, por duas vezes, implementado como solução alternativa à Zona Franca de Manaus. 

ZONA FRANCA Perda de faturamento e alternativas para sair da crise

  • Postada em: 23/02/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Três segmentos do Polo Industrial de Manaus (PIM) são responsáveis por mais de 60% do faturamento da indústria incentivada, os eletroeletrônicos, bens de informática, que na maioria dos fatores analisados pelos Indicadores de Desempenho da Suframa são incluídos em eletroeletrônicos, e duas rodas. Isto significa dizer que, dos US$ 23,85 bilhões que o polo de Manaus faturou em 2015, cerca de US$ 14 bilhões se originaram da venda de produtos desses três setores.

Com crise, Amazonas perde terreno

  • Postada em: 12/01/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

O Estado do Amazonas, até 2013, detinha participação de 1,6% dos 5,32 trilhões de produto interno bruto (PIB) produzido no Brasil até aquele ano, conforme dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o instituto, Manaus se destaca no cenário dos municípios brasileiros e se classifica como o 6º PIB, ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba.

Turismo, a rota perdida para crescer

  • Postada em: 4/01/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Pesquisa do Ministério do Turismo realizada em novembro de 2015 sobre as intenções do brasileiro viajar nas férias dá indicação de como o Norte do país e, por tabela, o Amazonas, está fora das rotas de quem mora nas sete cidades pesquisadas, que preferem, na maioria dos casos, conhecer outras regiões do país ou mesmo ir para o exterior.

Realizada pela Fundação Getulio Vargas, a pesquisa intitulada “Sondagem do Consumidor Intenção de Viagem”, a primeira indicação é de que apenas 25,9% dos entrevistados em novembro de 2015 informaram a intenção de viajar nos próximos seis meses.

Maior PIB do Norte, Amazonas exterminou mais de 30 mil vagas

  • Postada em: 25/11/2015
  • Autor: Eustáquio Libório

O último estudo das Contas Regionais, produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na sexta-feira, 20, e que analisa dados regionais do período de 2010 a 2013, traz boas notícias para o Estado Amazonas que ali aparece como terceira unidade da federação que mais cresceu no período.

Desligue o ventilador e, cuidado, seu emprego está em risco

  • Postada em: 28/10/2015
  • Autor: Eustáquio Libório

Manaus completou 346 anos no sábado, 24, coberta de fumaça que permanece, desde o dia 1º de outubro, criando problemas de saúde aos habitantes e sobrecarregando serviços de saúde, principalmente para atender crianças, vítimas preferenciais dos males da poluição.

Ar condicionado e ventilador vão virar enfeites, em Manaus, com energia mais cara

Páginas