Sandra, a juíza que tirou WhatsApp do ar

  • Postada em: 17/12/2015
  • Autor: Eustáquio Libório

Sabe a Jessica? A garota que brigou com a colega de escola e esta, depois da agressão, perguntou, na maior: Acabou Jessica? Pois é, dezembro está no meio e aí apareceu a Fabíola.

Dessa você lembra, certo? Flagrada pelo marido com o melhor amigo dele em um motel, em Contagem/MG, a moça se saiu com a desculpa de que estava ali para fazer as unhas. Fabíola e Jessica viraram celebridades nas redes sociais por, digamos, mérito próprio, mas agora a Sandra Regina Nostre Marques, a juíza que tirou o WhatsApp do ar, no Brasil.

A justiça brasileira, muito bem paga e que trabalha pouco, desta vez resolveu apenar não os fora-da-lei, mas o cidadão comum, empresas e o contribuinte em geral, ao mandar retirar do ar um aplicativo que serve a mais de 45 milhões de usuários no país.

Há quem diga que, com a medida, o PIB do Brasil volta a crescer, assim como outros afirmam que os livros terão mais leitores nos próximos dois dias, enquanto a decisão da juíza Sandra Regina, da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo/SP estiver em vigor.

Agora, você pode fazer algo pelos órfãos do WhatsApp: localize e mostre a cara da juíza que pune os brasileiros em vez punir as empresas que lhe negam informações.

Categoria: