Soluções novas para problemas antigos

  • Postada em: 21/09/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Em meados dos anos 1994, quando publicou “Manáos-do-Amazonas”, Samuel Benchimol já chamava a atenção para os novos (velhos) problemas que administradores públicos de Manaus e do Estado do Amazonas deveriam enfrentar e cujas raízes, dizia o estudioso, decorreram da mudança de paradigmas entre os modos de produção e divisão do trabalho ocorridos até então, quando a Zona Franca de Manaus (ZFM), ao oferecer oportunidades de trabalho e benefícios, se tornou polo de atração do homem do interior, não só do Amazonas, assim como dos demais Estados e não apenas da Amazônia.

Promessas de candidato e as lendas amazônicas

  • Postada em: 13/09/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

A campanha eleitoral onde políticos disputam a cadeira de prefeito de Manaus anda quente na cidade, nas redes sociais, além da TV e rádio, mas as propostas são escassas, repetitivas e, à primeira vista, na maioria dos casos, o candidato a prefeito “esquece” de um detalhe muito importante: explicar como vai fazer aquilo que está prometendo aos eleitores durante a campanha.

Varejo e indústria começam a reagir

  • Postada em: 23/08/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Terminada a Olimpíada Rio 2016, quando o Brasil conseguiu, finalmente, obter a simpatia de atletas e até de dirigentes olímpicos, os quais, antes, estavam com o pé atrás sem acreditar na capacidade de o país realizar os jogos de forma segura, onde as críticas também abrangiam a área de saúde, dado o potencial de contrair o zika vírus e outras doenças tropicais, sem falar na poluição nas águas da baía da Guanabara.

Boas notícias, mas o governo ainda atrapalha

  • Postada em: 7/08/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Ao fim do primeiro semestre de 2016, as indicações de que o mercado começa a reagir, assim como a expectativa de que o fundo do poço, se ainda não foi atingido, já está bem próximo, irrompem de fontes como a Confederação Nacional da Indústria (CNI), além de estarem espelhadas na pesquisa semanal realizada pelo Banco Central do Brasil, a Focus, divulgada às segundas-feiras.

Mortes no trânsito custam R$ 50 bilhões, por ano

  • Postada em: 4/08/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Enquanto a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e a Polícia Federal se preocupam com terroristas nacionais que poderiam, ou estariam fazendo preparativos para um possível ataque durante os jogos olímpicos Rio 2016, os brasileiros continuam morrendo nas ruas do país vitimadas pela violência, seja de bandidos ou do trânsito.

Sem educação de qualidade, capital humano vai à míngua

  • Postada em: 20/07/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

 

Em 2015, o Programme for International Student Assessment (Pisa) – Programa Internacional de Avaliação de Estudantes – avaliou 65 países, incluindo o Brasil, que participou com mais de 30 mil estudantes com até 15 anos de idade e que já haviam terminado o Ensino Fundamental. As conclusões desse estudo e de outras fontes não deixam dúvidas sobre como o Brasil vem cuidando – ou descuidando – da educação nos últimos tempos.

Infraestrutura para negócios no Distrito Industrial

  • Postada em: 13/07/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Em tempos de crise, notícias boas sempre são bem-vindas, principalmente quando oferecem instrumentos para melhorar o ambiente de negócios, a assepsia na administração pública e também dar mais qualidade de vida para a população, isso tudo sem aumentar impostos.

Faltam emprego e energia, mas sobram buracos

  • Postada em: 7/07/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

 

O verão amazônico está chegando, com dias mais ensolarados, céu azul e, para variar, um pouco mais de calor, porém, nada que um refrescante banho de igarapé, ou no rio Negro, não resolva. O problema é que nem sempre, ou pelo menos nos dias de semana, não dá para tomar um banho nessas águas que refrigeram o corpo, ou ver a paisagem que faz bem aos olhos, pois é necessário trabalhar.

Qualidade de vida para Manaus olímpica

  • Postada em: 24/06/2016
  • Autor: Eustáquio Libório

Manaus viveu um dia atípico no último domingo, 19, com a passagem da tocha dos Jogos Olímpicos pela cidade, momento que motivou não só atletas, futuros e ex-atletas a saírem às ruas para receber o fogo simbólico dos jogos que são herança cultural do povo grego para a humanidade.

A chama olímpica que se deslocou até a zona Leste, onde o show foi comandado pelo “príncipe do brega” Nunes Filho, mostrou que Manaus pode ter outra face naquela área, onde, em dias normais, a ausência de respeito pela legislação que disciplina a ocupação dos espaços públicos é ignorada.

Páginas